Como funciona a mudança de ano na planilha

A planilha de fluxo de caixa e a planilha de controle financeiro completo foram criadas para fazer um controle anual, de janeiro a dezembro de um único ano. Cada arquivo deve fazer o controle completo de um ano.

Se precisar controlar mais de um ano (por exemplo, continuar o uso da planilha de 2019 para o ano de 2020), basta criar uma cópia do arquivo que estava sendo usado para o ano anterior, apagar os lançamentos (manter o plano de contas e outros cadastros) e usar para o ano seguinte.

Existem duas situações distintas que devem ser analisadas:

1 - Empresas sem vendas parceladas

1.1. Fluxo de Caixa: Basta preencher o saldo inicial do próximo ano com o saldo acumulado do ano anterior, que você encontra no próprio relatório de fluxo de caixa

Use esse valor no mês de JANEIRO, na célula L5 (Saldo Inicial)

1.2. Controle Financeiro Completo: Basta preencher o saldo inicial de cada banco com o saldo acumulado de cada um desses bancos do ano anterior, que você encontra no relatório específico para bancos:

Use esses valores na aba de PLANO DE CONTAS > BANCOS

2 - Empresas com vendas parceladas

Nesse caso, o que pode acontecer é você ter vendas sendo parceladas inicialmente em um ano e o parcelamento só ser finalizado no ano seguinte. Por exemplo, 5 parcelas iniciando em novembro de 2019, só vão acabar em março de 2020.

Para preencher vamos considerar o seguinte exemplo: R$5.000, parcelados em 5 vezes (de R$1.000 cada), começando em Novembro a primeira parcela e pagamento. Nesse caso, as 5 parcelas devem ser lançadas no mês de Novembro (mês da venda) na PLANILHA 2019:

E, conforme os pagamentos forem sendo feitos, você vai preenchendo as datas de pagamento até a ta máxima ainda no mesmo ano. Nesse caso, até dezembro de 2019 para alimentar a PLANILHA 2019. Vamos ver como fica o fluxo de caixa:

Veja que temos R$1.000 recebido em Novembro, mais R$1.000 recebido em Dezembro e R$3.000 a receber referentes a Novembro, mas que só serão recebidos no próximo ano. Os pagamentos do ano seguinte não devem ser contabilizados na mesma planilha.

Agora vamos ver como fazer esses lançamentos na PLANILHA 2020. No próximo ano devem entrar somente os lançamentos a se receber nesse ano. No nosso caso, sobraram 3 parcelas que colocaremos em JANEIRO sem data de lançamento e, conforme forem sendo pagos, vamos marcando as datas de pagamento:

Assim, o fluxo de caixa fica correto e o DRE também:


Essa Informação foi Útil?


Powered by HelpDocs (opens in a new tab)

Powered by HelpDocs (opens in a new tab)